sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Autoconhecimento.

Autoconhecimento
Tansmutação
Gratidão
Purificação.





Eu moldo a minha energia me conhecendo,
e vou me questionando através da magia.
Desafiando o caos compreendi,
que todos os sentimentos, da dor ao amor, são necessários para evoluir.
Busquei a mim mesmo e fui atrás do que me tocava a alma.
Encontrei um caminho cheio de espinhos,
tão necessários para a mais doce calma.
Fiz da minha busca um alento, pois quanto mais me conhecia, mais compreendia a pureza dos ventos.
Parei de me desesperar, porque por mais que as vezes meus sentimentos poderiam doer,
eu sabia que cada coisa tinha um porquê.
Descobri que podemos até fazer planos, mas o Universo pode bagunça-los para te intuir:
Você é capaz de passar pelos obstáculos e as mudanças permitir.
Só quem pode lhe limitar é você mesmo, porque você sabe o poder que tem, quando para de temê-lo.

Marcela Campos
Bast





segunda-feira, 3 de julho de 2017

O que as pessoas sentem medo e não percebem: é que o caos nos carrega de poder.





Sabe quando você é desafiado pelo seu próprio caminho? Não que você esteja completamente perdido nele, pelo contrário, você tem noção de toda a teoria, de todas as leis energéticas que envolvem suas ações, consequências e pensamentos, mas você se vê desafiado pelo Universo testando o quão profundo são suas ideologias e suas forças (?). Respirar e compreender o caos completando-se como yin-yang é o que há. Afinal, como todos sabem e como eu sempre repito: Somos feitos de luz e sombras, mesmo quando tudo parece um borrão, estamos no equilíbrio ou no desequilíbrio que deveríamos estar! Apesar de não poder controlar coisas que gostaríamos de controlar, de ter, ser e estar coisas que gostaríamos mas não podemos agora, apesar de qualquer coisa que nos frustre, eu não consigo deixar-me levar totalmente pelo desequilíbrio e pelo desespero, porque uma vez entendido a transparência, a necessidade, a importância e o quão constante o caos é em nossas vida, eu só paro, observo, espero passar, tento entender e senti-lo totalmente, tirando todo o aprendizado que eu puder. Afinal, eu também sou caos, eu também faço parte dele. Nem sempre eu consigo, mas todas as vezes eu tento, e de uma forma ou de outra, eu tiro algum aprendizado nisso, eu quero entender os porquês e o significado das coisas que nos cercam, não por ninguém, ou qualquer outro motivo que envolva outras pessoas, mas por mim! O meu anseio de aproveitar cada oportunidade dessa vida, de viver cada sentimento que vier em meu caminho, cada prazer, cada sofrimento, frustração, amor, felicidade, caos, eu quero sentir todos e entender a sublimidade de cada coisa nessa vida! E eu acho que esse é um dos sentidos de se estar aqui, pra experimentar, pra sentir e pra viver tudo que se apresentar.
Não me encaixo na linha good vibes, nem tão pouco a feliz, ou a controlada, pelo contrário. Eu só quero sentir e aprender, quero me expressar, quero gritar aos quatro ventos meus anseios sem medo do que vão pensar, quero ser eu mesma e cometer todos os acertos, erros, se é que podem chamar assim e definir algo como bom ou mal.
O que as pessoas sentem medo e não percebem: é que o caos nos carrega de poder.





Desperte-se

Bast






sexta-feira, 30 de junho de 2017

Lua Crescete



Lua que cresce
Que faz brotar
Toda energia que eu criei no Luar
Venha e faça crescer, minhas esperanças
E minha magia que está a tecer
Venha e dê força
A harmonia que da minha mente ecoa
Eu desejo, eu quero e eu posso
Moldar toda energia a minha volta.

Bast

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Ini(versos)








Mais um ciclo estamos vivendo. Mais uma oportunidade de se libertar das nossas próprias limitações, de aceitar nossas crises e saber que saímos melhor e mais fortes delas. De nos permitir, e olhar para o nosso interior sem medo, sem vergonha, sem amarras do que nós somos. A nossa vida na terra parece ser tão longa... Semana após semana, mês após mês, ano após ano. Esse passar do tempo nesse mundo, onde estamos dentro e cercados do material, que nos é imposto: padrões, egos, preconceitos, pré conceitos estabelecidos e incrustado na nossa cultura, geração após geração, onde somos obrigados a viver do modo convencional, ou viver sendo sendo desafiados por ignorâncias e limitações de outras pessoas. Podemos enxergar essa "egrégora" de manipulação que vivemos como um chamado: Sempre vamos sofrer em alguma circunstância pela limitação do outro. Então não deixe a limitação de outra pessoa interferir na sua vida, independente em que aspecto. Não deixe de viver sua religião, sua arte, sua sexualidade, seus princípios, sua personalidade pela ignorância da mente fechada das pessoas!
Não deixe de ser você em algum aspecto, por medo de desagradar alguém: Ninguém vai fazer isso por você, e se você não viver o seu eu, ninguém mais vai viver por você, e a sua trajetória nesse mundo onde estamos de passagem, só mostrará que você foi amedrontado por limitação e ignorância alheias! Honre o sagrado que você carrega, somos Uni(versos), carregamos um mundo inteiro dentro de nós.


Bast






quarta-feira, 29 de março de 2017

Lua nova



Lua nova que renova!
Venha e faça renascer
Toda magia que estou a tecer
Venha! E tece o fio
Da magia
Da cura
Da continuação do ciclo.

Bast

quinta-feira, 23 de março de 2017

Oração de proteção



Aos Deuses, ao Universo e aos meus mentores
Eu chamo e invoco toda a proteção
Que meus olhos sejam observadores
Para que eu perceba todos os sinais e tudo que possa me fazer bem, e tudo que possa me fazer mal
Que a minha mente seja clara
Meu espírito forte
Minha intuição certeira
E que meus pés estejam sobre terra firme
Para que eu possa evoluir, ter os caminhos iluminados
Saber tomar decisões e vencer obstáculos.
Saber
Ousar
Querer
Calar!

Gratidão.

Bast

sexta-feira, 17 de março de 2017

O desejo de mudança existe! Só nos falta firmeza.
Os mesmos olhos que contemplam devocionalmente o sol, a lua e as estrelas pedindo sabedoria, se perde no emaranhado novelo de informações que são empurradas brutalmente o tempo todo guela a baixo. Decidir é apenas mais uma palavra sem sentido se não desperta ações.
O que é a verdade?
No fundo sabemos, mas somos frágeis demais para caminhar sem nossas máscaras e muletas. Preferimos assim, nos enganar o tempo todo, brincar com o que acreditamos nos dando o "privilégio" de uma liberdade presa no sistema e suas artimanhas, e esquecemos de quem somos de fato, e que liberdade é o estado de espírito contínuo que cultivo em minhas próprias memórias, traduzidas pelas experiências.
Até onde vamos nos sujando? Vale a pena se render tanto as muletas que as mídias, as pessoas, modismos e padrões nos submetem?
Em tempos gélidos como o que estamos vivendo, é preciso vigiar a pequena centelha do espírito que insiste em queimar e manter a centelha acesa, antes que esqueçamos de nossa essência e verdadeira natureza, a alma.

Ruan Sena



terça-feira, 14 de março de 2017

Gratidão!

"Capacite o teu espírito!
Aprenda a convocar os teus mentores, os teus guardiões, os teus tutores. Ninguém mexerá contigo, porque tu não andarás só. Mas, antes disso, saiba agradecer, pois eles te trouxeram até aqui e não exigiram nada. Seja educado e diga obrigado."


Bast

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Hino Hórfico para Vênus







Celestial, ilustre, Rainha do riso amoroso,
Nascida do mar, amante noturna,
de um semblante terrível;
Astuta, de quem a necessidade veio primeiro,
Produtora, Noturna, Dama toda onisciente:
É teu o mundo com harmonia para se unir,
Pois todas as coisas nascem de ti, ó Poder Divino.
Os Destinos triplos são governados pelo teu decreto,
E todos os rendimentos das produções são iguais a ti:
Quaisquer que sejam os céus, cercando a tudo contêm,
Terra produtora de frutos, e a principal tempestuosa,
Tua influência confessa e obedece ao Teu aceno,
Terrível assistente do Deus Brumal:
Deusa do casamento, encantadora para a visão
Mãe dos Amores, cujos banquetes deleitam;
Fonte de persuasão, secreta, Rainha favorecida,
Ilustre nascida, aparente e invisível:
Conjugal, Lupercal, e aos homens inclinada,
Prolífica, mais desejada, que dá vida, Amável:
Grande portadora do cetro dos Deuses, ele é Teu,
Os mortais em bandos necessários para unir-se;
E todas as tribos de selvagens monstros terríveis
Nas correntes mágicas para atar, através do louco desejo.
Venha, Nascida em Chipre, e para minha oração se incline,
Se exaltada nos céus você brilha,
Ou agradada no templo da Síria presides,
Ou acima das planícies egípcias Teu carro guias,
Coberto de ouro, e próximo de sua inundação sagrada,
Fértil e famosa para corrigir a tua morada abençoada;
Ou se regozijando-se nas margens azuis,
Perto de onde o mar com espumas e vagas onduladas rugem,
Os coros circulares dos mortais, Teu deleite,
Ou ninfas belas, com olhos cerúleos brilhantes,
Agradadas pelos bancos empoeirados e renomados de outrora,
Para conduzir rápido, dois carros unidos de ouro;
Ou se no Chipre com o afeto de Tua mãe,
Onde as mulheres casadas louvam-te a cada ano,
E virgens lindas a se unir ao coro,
Adônis puro para cantar a ti Divina;
Venha, toda atrativa à minha oração inclinada,
Por ti, eu chamo, com mente santa, reverente.

 Tradução: Leonard Dewar
 Imagem: Birth of Venus (detail) by Sandro Botticelli, 1486.



 

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Magia é p'ra poucos



Falar sobre autoconhecimento, sobre sombras, sobre lidar com as energias e manipula-la é muito fácil, difícil mesmo é na prática.
A magia está presente sim, em todos nós, em tudo, se somos capazes de lidar com ela, que é a questão. Feitiços, amarrações, ego, motivos de muitos entrar em contato com a magia e com a bruxaria, mas, ao se depararem com sua complexidade, muitos se afastam. A bruxaria é um caminho iniciático que trás diversos processos interiores. Ao iniciar o desenvolvimento de percepção energética (necessária para qualquer feitio relacionado a magia), o iniciante se depara com sua própria energia. E para praticar magia e faze-la acontecer, é necessário saber, entender e manipular como você direciona as vontades, emoções e ações. Um aspecto tem que estar em harmonia com o outro para um objetivo mágico se fazer realizar através de uma magia. É aí que começamos a buscar a nós mesmos e enxergar a importância de se conhecer, de se compreender e de saber como você direciona a energia presente em você mesmo. Começamos a entender que o mundo não gira em torno de nós mesmo e essa existência é muito mais complexa do que nossos egos, quereres, desejos e vontades.


"Conhece-te a ti mesmo e conhecerás todo o Universo e os Deuses, porque se o que procuras não achares primeiro dentro de ti mesmo, não acharás em lugar algum."


Bast
 

Impulsividade


Impulse a minha vontade que pulsa
Para onde e até você aguentar
Depois deixe-me livre
Porque não agora, se a vida só está a passar?
Meus pulmões sopram:
Imediatismo
Cada parte do meu corpo deseja viver.
Consequências
Que sejam melhores do que o arrependimento, de uma alma intensa, que só está a crescer.

Porque negar a si mesmo? Afinal,
"Faz o que tu queres, há de ser tudo da lei."

Se conhecer, faz parte de buscar a si!
Se nega ao pecado, ou a você mesmo?
Afinal, "pecado é não viver a vida."
Somos todos im(pulsos).


Marcela Campos
Bast

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

(Re)Nascer

"Nas estrelas que nascem no escuro do céu
Eu encontro minha paz
A ideia de paraíso infinito que não existe
Compõe minha esperança momentânea
Que nasce e que morre
Como tudo que existe
Mas renasce
Como o sol, que nos dá a luz e se esconde para ensinar
Que para existir a luz e a paz
Um escuro sombrio precisa reinar."




Marcela Campos
- Bast -  
Caminho das bruxas

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Ancestralidade



Florestas
Carvalhos
Ancestralidade
Somos filhos da dança espiral sagrada da Lua.
Filhos dos ciclos solares que guia a plantação do povo antigo.
O sagrado por traz do que é dividido entre "bem e mal".
O equilíbrio entre o predador e a presa.
Somos o fio do destino escolhidos pelos deuses,
para levar adiante os mistérios das bruxas tão mal interpretadas.
Com o conhecimento e a visão, levamos a cura, respostas, ensinamentos e, a essência da magia, e dos Deuses.
Quando a magia é tão compatível com sua alma, a ponto de te invadir e transbordar, ser levada através de você o sagrado dos Deuses, a antiga religião fica cada vez mais viva.

Somos minoria...
Poesia dedicada a todos que compartilham magia de alguma forma, e para quem ainda irá compartilhar.



Marcela Campos
Bast


Lua que míngua




Senhora Anciã, Deusa da Lua que míngua
Ensina-me seus ciclos de morte e renascimento
Senhora da sabedoria
Mostre-me Deusa, os mistérios que eu não sou capaz de compreender
Para evoluir.
Ensina-me o dom da transmutação
Faça-me de instrumento de seus poderes.
)O(

Bast

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Ápice Lunar





Venha Lua cheia
Em seu ápice de poder
Senhora fêmea, que tantos mistérios carrega
Venha, trazer a sensibilidade no que é preciso sentir
A fúria da maré que se manteve calma
A fertilidade para o renascer das flores,
da planta morta que renasce através do ciclo.
A mãe
Mostra todo o ápice da vida em um período
O mistério que cerca os olhos vendados a Lua vai trazer
Todos os fios que é preciso tecer
Transborda a sua magia em seus filhos.
E realiza seus desejos
Anciã, donzela e mãe
Senhora do saber
Que tece a vida, em seus dedos.

Bast